pesca spining

Este blog é destinado aos amantes da pesca com amostras
seja bem vindo.
comente e divulgue,e principalmente respeite,as ideias,ideologias e opinioes de cada um.

domingo, 28 de outubro de 2012

Com o vicio na pele.
Lá me ´levantei e segui o rumo que o carro tomou ao sair da garagem.
O dia estava instável, apanhei chuva na viagem, mas depois a coisa compôs-se e o dia até se portou bem. O mesmo não se pode dizer da pesca, o pesqueiro escolhido, embora bom,encontrava-se impraticavel    na   maioria sua extensão, coberto por um manto verde com muita vegetação logo abaixo da primeira camada de agua.
Quanto a pesca um dia para esquecer, nada de nada, não vi um único peixe, atividade zero.
Valeu o encontro com amigos já no regresso a casa , e o almoço com estes, bem   regado  que    durou té ser noite.
melhores dias virão.
Boas pescas.

sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Daqui a umas horas vou finalmente meter as amostras de molho.
estou ainda indeciso quanto ao quintal que irei desbravar, quando tirar o carro que já está carregado da garagem, vou seguir o rumo que ele tomar.
Depois faço o relato, isto se valer a pena.
mas como vale mais um mau dia de pesca que um bom dia de trabalho, a diversão está garantida.
Até amanha.
Boas pescas.

segunda-feira, 17 de setembro de 2012



Sexta feira,lua nova,manha agradavel,temperatura da agua no ponto ideal,e muita vontade de pescar.
Resultado este magnifico exemplar,e mais uns quntos de menor porte.
video
Em suma, duas horas e meia de relaxamento total.

quinta-feira, 26 de julho de 2012

O 1º lucio-perca capturado no baixo Mondego.

Esta tarde, para descomprimir um pouco desloquei-me ao baixo Mondego para lançar umas amostras na tentativa de capturar uns achigâs.
Ao longo da jornada, foram saindo uns peixitos, que foram sendo devolvidos sem registo,pois o seu tamanho não o justificava.
Então num lançamento mais longo, para junto de uma entrada de agua,zona com alguma corrente e agitação,sinto um toque, a que respondi com uma ferragem rápida, mas ao trazer o peixe noto que não é um peixe normal, não dá luta, apenas noto alguma traçao.
Chego a pensar que apenas trago algas presas nas fatechas do jerck.
Mas quando chega perto,e vejo o que trago agarrado na amostra sustenho a respiração,Não pode ser!!! nestas águas? já cá chegaram? Mas era mesmo,provavelmente o primeiro lúcio perca  capturado no baixo Mondego.Pelo menos até hoje não eram conhecidos relatos de que tal tivesse acontecido.

que se preparem as tainhas,
Agora têm quem lhes dê caça, coitados dos achigas e das carpas .
Fica registado o dia 26/07/2012 como o dia em que provavelmente foi capturado o 1º.
Boas pescas.

sexta-feira, 6 de julho de 2012






Nestes Últimos dias, muitas vezes fui á pesca,mas pouco peixe ferrei.
O porquê ainda está no segredo dos deuses,mas desconfio de que a meteorologia tem alguma coisa a ver com isto.
Na minha ultima saíada vime obrigado a recorrer a técnicas de inverno para conseguir quatro peixes,e isto numa zona de aguas quentes.
Boas pescas.

segunda-feira, 18 de junho de 2012

TOSH0017

TOSH0018

não me apetece escrever 15/6/12 à tarde.



Impressionante.

No passado domingo, depois de mais uma jornada de quase 22 horas, a bulir foi como sempre que posso retemperar forças a fazer aquilo de que gosto:PESCAR.
No primeiro spot ,as coisas não correram bem, dado tratar-se de uma barragem que faz transfega de agua entre mais duas, estava a cem por cento da sua capacidade, gorando-se assim as minhas intenções de pescar ou tentar uns lúcios-perca taludos.
Atravessei a serra para sul, e fui deitar amostras á agua numa outra barragem que faz parte do triangulo, aqui  parecia outro mundo,àgua muito mais quente, menos agua na albufeira, e as condições climatéricas eram tambem melhores.
depois de alguns lançamentos, e alguns peixitos que não mereceram a foto da praxe, dado tratarem-se de exemplares de grande porte e a objetiva da câmara não ter capacidade para os enquadrar, heis que com um vinil lagostim e bem fundo senti como que uma prisão, já escaldado, ferrei com quanta energia me restava e começou a dança, linha cá linha lá,Há para os invejosos: (O brinquedo é maquina,trabalha que nem um relógio Suíço, tem uma embraiagem que é uma delicia,suave que nem veludo, e cabe muito bem na mão para alem de ser leve,e rápido que nem o Obiquwelo.)
Quando tenho o prazer de ver a besta, fiquei surprendido com o que estava a ver, pois o animal,tinha o beiço inferior completamente aberto em dois,parecia que tinha sido cortado com uma tesoura.
agora pergunto: Como é que um animal neste estado,e tendo à muito pouco tempo tido uma má experiencia com uma amostra,volta a atacar outra?
A fome, e a necessidade de se alimentar? A defesa do seu território? ou simplesmente o seu carater predador?  fica para refleção.
Agora as fotos do animal.






Este senhor tinha mais de 2 kilos, e tirndo o labio bífido estava de perfeita saúde, e bem alimentado.
Boas Pescas.
E não sejam invejosos.

O beiças

quinta-feira, 14 de junho de 2012

Pois Foi.
Hoje depois do trabalhito, lá fui eu até ao tanque para testar a máquina,e que máquina, parece um relógio suíço.Bem mas o que conta são os peixes , e a pesca.
Quando cheguei logo me apercebi de que a coisa estava feia,muito vento,vindo do litoral,frio e a fazer muita agitação na água. preparei duas canas,uma para vinil,outra para rigidas ou para o que desse.
faço-me ao tanque,e logo nos primeiros lançamentos alguns toques de peixe pequeno.
À medida que ia descendo o peixe mostrava-se mais desconfiado,e apático, mudei de táctica e de técnica, e montei um lagostim com montagem Jika Rig, e no primeiro lançamento com esta montagem sinto um toque que me pareceu ligeiro de mais para peixe grande,e ferro sem convicção,bem... desenrola-se uma luta de dois ou três minutos sem ver o que estava no ponta da linha, até que o animal se mostrou,subiu fora de agua uns bons 50 centímetros,abanou a cabeça como que a dizer: já foste.
E lá foi à vida. Mais uns quantos lançamentos e ferro o irmão, mudo de local , e num lançamento milimétrico para um canto com muita lenha, na caída,uma cabeçada,e lá vem o primo dos dois.
Houve ainda tempo para perder mais um peixe de bom porte.
Chegada a hora da janta rumei a casa com o ego reestabelecido para amanha enfrentar o chefe.
Boas Pescas.
E não sejam invejosos.



 
 


quarta-feira, 13 de junho de 2012

Brinquedo

Depois de quase um ano de namoro,heilo que chega a minhas mãos.


Amanha já vai a banhos.
A vê se pega uns lucio-percas dos grandes.
Boas pescas.
E não sejam invejosos

domingo, 10 de junho de 2012

O maior lago

8 Junho de 2012.
Avancei até ao maior lago natural de agua doce da Penilsula Ibérica para medir a pulsação a esta massa de água.
Depois de de um período de quase 9 anos de interdição de pescar,uma associação de pescadores e caçadores conseguiu a concessão deste lago,e finalmente podemos usufruir desta massa de água.
Pena que mesmo depois de conssecionada, nem as autoridades nem a associação consessionaria se dignem por fim aos verdadeiros atentados que, como noutros tempos, se continuam a cometer.
Pesca ilegal com redes na zona de abrigo,pesca com isco vivo (Pardelha ou verdemã consoante a zona do país),pesca durante a noite, campismo selvagem, descargas  poluentes (afluentes de vacarias). tudo isto é visível a olho nu nesta massa de água que foi ,e poderá voltar a ser um verdadeiro paraíso, Se for respeitada ambientalmente e preservada.
Outro senão: a dificuldade para quem vem de longe em conseguir a respetiva licença especial diária,pois o clube de caçadores que detém a consseção do espaço apenas atende ao publico ás sextas-feiras entre as 21:00 horas,e as 23.00 horas, e no local apenas a partir da hora de almoço se encontra aberto a bar que tem permissão para passar as respectivas. Os preços, estes estão dentro das possibilidades de todos: 2.50€ por dia para toda a zona conssecionada,gratuita para sócios, e 1.50€ para residentes no concelho, têm ainda a vertente anual, 20€ para residentes fora do concelho, 15 para residentes no concelho.
Quanto a espécies, abunda a carpa com exemplares de respeito,a perca,a tenca,e o rei da festa o nosso amigo ACHIGA, agora em menor numero,e com exemplares mais pequenos, fiquei com essa sensação depois de ter passado dois dias no local.
No Primeiro inteirei me e das condições,falei com pescadores residentes, bisbilhotei, e terei a licença para no dia seguinte bem cedo me fazer à água.
Já na água fui-me dando conta da muita poluição depositada no funda da lagoa,fruto de anos e anos de descargas de afluentes agrícolas e das vacarias circundantes, uma lagoa que conheci com águas transparente e areias brancas está agora completamente açoriada, mal cheirosa quando se remexe o fundo, e as areias deixaram de ser brancas para serem agora escuras, e cobertas de algas e fungos.
Os peixes lá se ambientaram e vão vivendo neste lago que se vai transformando em pântano se nada for feito para o salvar.
Fiz algumas capturas, mas de pequeno porte, fiquei feliz por ver que finalmente se pode usufruir,desta massa de agua,mas continuo triste por ver que mesmo estando já quase morta os utilizadores , e quem a explora continuam a nada fazer para a salvar.


Boas pescas.

domingo, 3 de junho de 2012

TOSH0079.MP4

TOSH0081

TOSH0083

TOSH0085

TOSH0087

TOSH0089

TOSH0093

Na manha de hoje 3/06/2012

Pois é,nada  melhor do que umas horas de pesca para restabelecer o equilibrio mental,depois de quase 36  horas de Luta.
Depois de um belo banho ,e de umas horas de sono, desloquei-me ao meu quintalito para refazer as forças, e tentar uns Achiganzitos.
A manha estava algo dificíl, tempo nevoado e algum chuvisco o que levou a que durante algum tempo andasse aos papeis.
Mas depois de encontrada a amostra e o ritmo certos heis que começara a sair alguns peixes,e dois ou tres dignos no nome.
Um com Dois kilos,e mais dois ou tres na casa do kilo,e ainda mais alguns palmeirotes.
Ficam as imagens.








 Reparem que a este falta a barbatana Dorsal ( espinhosa) e tem uma marca no abdomen que parece ser de uma rede,um alguma bicada de algum corvo marinho.











terça-feira, 29 de maio de 2012

Tarde de pesca

Hoje depois de cumpridas as obrigações laborais lá fui Eu aos peixinhos,o vento que se fazia sentir
parecia que ia complicar a mini jornada.
Mas Não, aprovitei e estreei umas novas aquisições, uns vinis que comprei na Decatlon,e funcionam ás mil maravilhas.
Apareceram finalmentes os grandes.
Tirei um e perdi duas amostras cravadas na boca de mais dois,uma tarde daquelas.
 Este Menino tinha quase TRES KILINHOS.






Ficam as imagens.os videos das libertações, veem mais tarde.

terça-feira, 22 de maio de 2012

Na passada 2ª feira, desloquei-me ao quintal para mais uma manha de pesca aos ditos.
Manha de nuvens e alguma chuva, mas nada me tirava uma manha de pesca.
Depois de metar o pato a navegar, toca a lançar amostras,e tentar alguns peixes, a verdade é que embora muito lentamenta,e com alguma dificuldade lá foram aparecendo os pequenotes,pequenotes mas barrigudos, o que indica que ainda não cumpriram a função de repovoamento da massa de àgua.



quando chegou a hora de abandonar o quintalinho chovia se deus a dava,mas estava satisfeito,com energia para me fazer ao trabalinho porque as férias já tinha ido.
Um dia destes haverá mais.

largar para pescar 1

2

4

3

Batismo de pato

Batismo Patal

No passado dia 18 de Maio,um amigo de Barcelos, rumou a Coimbra para uma sessão de pesca.
Com o desejo formulado de conhecer um pato mais por dentro, ora como amante e utilizador assiduo do mesmo,resolvi aproveitar,e fazer-lhe o Batismo de navegação a bordo do mais espetacular meio de pesca com amostras que conheço.
Depois da receção em Coimbra,rumámos a uma Lagoa no pinhal de Leiria,montámos o estaminé e vamos para a àgua.
Depois de algumas dicas na forma de manobrar,e a maneira mais comoda de dar ao pedal lá nos fizemos á àgua. Foi vêlo a dar ao pedal satisfeito da vida,tão satisfeito que foi o prim eiro a tirar peixe,quer dizer peixito porque os grandes não quizeram nada com nenhum de nós.
Fiquem com as imagens.




Voltaremos brevemente com mais imagens e relatos
.http://youtu.be/yr2Mz1uJW6g

quarta-feira, 16 de maio de 2012

TOSH0032

TOSH0033

A Estreia

Depois de ter enchido a bobine do Banax,e tirar das embalegens as respetivas amostras,estava na hora de ir fazer o gosto ao dedo.
Cheguei á agua eram cerca de 16.00 horas,34º de calor, a vontade era mais que muita,e foi suar até ter tudo na agua,mas depois o fresquinho da dita,e uma brisa maritima que começou a asolar o tanque refrescaram o pescador e restabeleceram as energias perdidas a carregar o material e a dar á bomba.
já na agua fui até uma sombra fazer tempo e testar umas amostras, pois os meninos estavam quedos, não se sentia vivalma.
já depois das 17 horas é que se fez sentir o primeiro.



,
depois seguiram-se mais uns pequenos e é chegada a hora de regressar a casa, com as baterias recarregas para amanha voltar logo de manha até onde eles estão.

Abertura, Novo Material

Depois de uma manha frustrada, em que pensei ao sair de casa que ia ter uma abertura tranquila, pois o tempo esta óptimo para meter o pato a navegar e fazer-me a eles, heis que ao chegar ao local escolhido,eram mais que muitos os que se faziam passar por pescadores,e que tinham já os baldes bastante compostos de alevins de achiga capturados com verdemã. Como se não bastasse, quando começo a retirar o material do carro, e a dar á bomba para encher o dito, reparo que algo me faltava para que me podesse fazer á àgua. à pois é ,( ninguem te manda ser apressado, a não saberes controlar os impulsos de aciadade.) As barbatanas tinham ficado onde descansaram durante os últimos tempos.
Desiludido, mas não convencido,faço-me a casa para resolver a questão, quando a meio caminho toca o telemóvel:Tá sr Artur?_sim ,_ É só para dizer que acabou de entrar na loja a sua encomenda.
Há males que vêem por vem pensei se estivesse a pescar, não  podia levar á agua ainda hoje estas coisinhas que vinham na encomenda.
Algumas novidades misturadas com alguns clássicos.
podem agora contemplar e roer as unhas de inveja.HAHAHAHA.
Abraços.